• Post author:
  • Post category:Medicina

Diversas doenças podem aparecer no corpo ao longo da vida, incluindo a boca. Por conta de diferentes motivos, a boca é um órgão bastante suscetível para a proliferação de bactérias, gerando transtornos bastante incômodos, como a periodontite e gengivite.

Desde pequenas, as pessoas são incentivadas e encorajadas a prestar atenção à higiene bucal, identificando possíveis alterações e incômodos, justamente para evitar que problemas como esses apareçam e prejudiquem a saúde como um todo.

Nesse sentido, é fundamental adotar algumas práticas de higiene desde cedo, como uma escovação bem feita, uso do fio dental, acompanhamento alimentar e consultas com dentistas. 

Gengivite

Inicialmente, precisamos abordar alguns aspectos importantes de cada uma dessas doenças, tais como:

  • O que é cada uma;
  • Causas;
  • Sintomas;
  • Riscos;
  • Tratamentos.

A gengivite, por exemplo, é uma doença, que como o próprio nome indica, acomete a gengiva. Essa é uma inflamação no tecido, causando desconforto, dor e vermelhidão. Além disso, ainda pode ocorrer sangramento durante a escovação.

As principais causas da gengivite são a falta de higienização adequada, ou seja, escovação de qualidade, falta do fio dental e excesso de alimentos/bactérias acumuladas nesta região. 

Quando existe uma quantidade significativa de alimentos presos nos dentes e que entram em contato direto com a gengiva, o fator age como um potencializador para a criação/proliferação de bactérias, que podem se espalhar e irritar os tecidos.

Com isso, não só a gengivite pode ocorrer, como as bactérias podem ter acesso a outros sistemas e serem causadoras de outros problemas e complicações, como a própria periodontite.

Se tratada, a gengivite pode ser controlada sem grandes riscos para a saúde física. Entretanto, caso o portador não se atente aos cuidados necessários, as bactérias podem afetar a estruturação da arcada dentária.

Assim, os tratamentos são feitos para amenizar o desconforto e, com o passar do tempo, a inflamação vai sumindo. 

Em contrapartida, sem a higienização, pode avançar para um grau mais perigoso e alterar a estrutura dos dentes, sendo necessário outros tratamentos na arcada dentária, como extrações e implantes.

Periodontite

A periodontite é, de certa forma, a fase mais avançada da gengivite. Essa doença leva esse nome justamente pela área afetada, que é o periodonto, ou seja, os tecidos que sustentam os dentes.

Quando a gengivite não é tratada e continua se agravando, ela evolui para a periodontite.

Em relação aos sintomas, eles são os mesmos que os da gengivite, só que intensificados. O inchaço, a dor, o incômodo e a vermelhidão aumentam conforme a doença vai avançando. 

Além disso, no caso da periodontite, os riscos podem ser maiores. Como o periodonto é o principal tecido de sustentação dos dentes, essa condição pode fazer com que eles percam sua fixação e caiam. 

Nesse caso, se torna necessário um implante dentário para utilizar uma prótese no lugar do dente perdido.

Mais ainda, é com a periodontite que corre-se o risco das bactérias terem o acesso aos demais tecidos, como o sistema cardiovascular, podendo acarretar em outros tipos de inflamações.

Contudo, é possível controlar a gengivite e evitar que ela chegue a esse ponto com simples hábitos. 

Isso porque, apenas uma melhora nos hábitos de higiene, com foco na escovação e no uso de fio dental para limpar a área afetada, pode ser o suficiente para amenizar os sintomas.

Em casos mais graves, em que isso não é o bastante, pode ser necessário o uso de antiinflamatórios e antibióticos para amenizar a dor e diminuir a inflamação com mais rapidez.

Acompanhamento médico

Para evitar esses e outros tipos de doenças na boca, a higiene bucal é fundamental. Assim, adotar as práticas que são recomendadas desde a infância pode ser o suficiente para manter a saúde bucal em dia e melhorar a qualidade de vida.

Entretanto, mesmo que você possua uma boa higiene bucal, é fundamental fazer um acompanhamento odontológico durante toda a vida, avaliando a condição da cavidade oral e realizando procedimentos para limpeza, prevenção e até tratamento antes de procedimentos mais invasivos serem necessários.

Além disso, há indicações, cuidados e dicas que os dentistas podem passar, tanto em relação à escovação como outras práticas de cuidado e prevenção, como com a alimentação, que também fortalece a dentição e a gengiva.

Saúde bucal e estética

Além dos cuidados e tratamentos de prevenção, os dentistas podem ser aliados na conquista de mais saúde mental e autoestima, oferecendo tratamentos estéticos, de recuperação e ajuste da arcada dentária.

O clareamento dental, por exemplo, é um procedimento interessante para recuperação da coloração dental.

Isso porque, com o passar do tempo, o amarelamento é um quadro que pode se manifestar mais facilmente, devido a alimentação realizada e até pelos cuidados indevidos, podendo ocorrer junto ao processo de inflamação da gengiva.

Assim, é um procedimento que tem de ser realizado com a ajuda de um especialista, fazendo com que o sorriso volte a ser branco após tratamento da gengivite, por exemplo. Apesar disso, é um tratamento visto como estético, complementando os tratamentos.

Além disso, o dentista pode recomendar outros procedimentos dentários, que atuam para estruturar os dentes ou corrigir algum problema nessa região. 

Esse é o caso da lente de contato dental, que possui uma tecnologia moderna e traz ótimos resultados para tratamentos estéticos e procedimentos de recuperação dos dentes, atuando no melhor dimensionamento, coloração e até corrigindo quebras.

Em ambos os casos, a higienização deve ser mantida adequadamente, evitando novas inflamações e possibilitando uma maior durabilidade aos tratamentos.

Por fim, em casos de perda dentária por conta das inflamações, pode ser necessário consultar o valor de um implante dentário, de modo a restabelecer a arcada dentária com segurança. 

Esse tratamento é considerado e estético e funcional, complementando o sorriso e restabelecendo a mastigação de qualidade.

Considerações finais

Ao longo do artigo, apresentamos 2 doenças que podem aparecer ao longo da sua vida: gengivite e periodontite. 

Elas são inflamações na gengiva, que podem agravar e gerar problemas para os dentes e sistemas próximos. 

Para evitar que isso aconteça, é importante ter cuidados com a saúde bucal, tendo uma higienização de qualidade, se alimentando corretamente e recebendo acompanhamento odontológico sempre que possível, havendo ou não tratamento de aparelho invisivel.

Contudo, no caso da preexistência de tratamentos odontológicos, é necessário fazer um acompanhamento mais próximo com o profissional, verificando a evolução do quadro e sua efetividade, garantindo ainda mais saúde e beleza para o sorriso e o tecido gengival.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, com dicas e conteúdos ricos, sobre os cuidados com a saúde física e mental.